jusbrasil.com.br
10 de Abril de 2020

Dilma anuncia encontro com o presidente do Senado para discutir proposta de convocação de plebiscito

Senado
Publicado por Senado
há 7 anos

A Agência Brasilpublicou às 7h21 desta terça-feira (25) que a presidente Dilma Rousseff tem uma série de reuniões hoje com o objetivo de discutir soluções para encerrar a onda de manifestações no país. Estão marcadas conversas ao longo do dia com os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB), da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcus Vinicius Furtado Coelho, e do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa. Nessas reuniões será debatida a proposta de convocação de um plebiscito para instalar uma Assembleia Constituinte exclusiva para discutir a reforma política.

Este é o segundo de reuniões da presidente com vistas a discutir formas de atender as reivindicações "das ruas". Na tarde de segunda (24) ela recebeu no Palácio do Planalto representantes do Movimento Passe Livre (MPL) de São Paulo, governadores e prefeitos.

Veja a matéria da Agência Brasil

3 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Creio que um dos principais motivos que levou o povo para rua para realizar uma grande manifestação e que conta com a maioria esmagadora da poplulação brasileira, refere-se à uma crise de representatividade. Os políticos no Brasil afastaram-se do povo, vivem somente em função de seus interesses particulares, usam o dinheiro público como se fosse dinheiro deles. A minha esperança é que dessa bela e grande manifestação popular germinem sementes de novos políticos que realmente representem os seus eleitores no sentido de realizar projetos, que não fiquem só no papel, gerando corrupção, mas, sim, voltados para o saneamento básico, saúde, educação, segurança, transporte,enfim, projetos que transformem o Brasil num país que todos nós, verdadeiros brasileiros, desejamos.
Essas metas políticas estão delineadas na nossa Constituição, que é uma Constituição nova, que precisa ser praticada por todos nós, mas, principalmente, por nossos políticos que representam a soberania popular. Não tem sentido, até parece provocação, nessa altura dos acontecimentos, a "presidenta" do Brasil sentar-se numa mesa, ao lado do senador Renan Calheiros, rejeitado nas ruas pelo povo, para discutir uma reforma política. A Dilma deveria procurar uma solução para esse grande abismo existente entre os partidos políticos e a população brasileira, encontrar mecanismos para junto com o povo brasileiro solucionar essa crise de representatividade, e uma das soluções seria criar uma lei que desse poderes a todo cidadão brasileiro de propor a perda do cargo de todo aquele político que não estivesse cumprindo com seus deveres constitucionais que indicam para o bem comum de todos. Essa Lei seria legítima, pois se o político está no poder graças ao voto popular, ele poderá perder esse poder, o seu mandato, caso não o exerça de maneira limpa e honesta, com total respeito à coisa pública, voltado, sempre, para os mais altos interesses da nação. continuar lendo

Vai ser bala melada na boca do povo. Será que vai ter validade a Constituição Brasileira nos Tribunais? Pois se percebe que os protestos são pela a ineficácia da mesma no Brasil. continuar lendo

o patria amada ........ Ordem e progresso ....... sera que desta vez veremos o Brasil ir a frente ? continuar lendo